Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vermelho

Fraternidade



Sábado, 04.01.14

As minhas Graphic Novels

Um amigo pede-me algumas sugestões de Graphic Novels, avisando que não gosta de fantasias (interpreto isto num sentido amplo, se bem o conheço). Como estava de volta da minha colecção de banda desenhada (onde também integro, talvez injustamente, as graphic novels) comecei a pensar no seu pedido.

 

A minha normal tentação seria para fazer-lhe uma lista. Para ele. Especificamente para ele. Há aqui alguma soberba, claro. Mas com os meus amigos tenho sempre esta tentação. Como tenho a mania que os conheço e gosto de desafios, dou sempre por mim a tentar imaginar algo para eles. Isto talvez não seja uma completa estupidez, mas é um pouco estúpido. Para além da tal soberba, de achar que os conheço bem, há também o efeito contrário: se os conhecer realmente bem e fizer uma lista para ele, é provável que ele também conseguisse fazer essa lista. Claro que poderia não conhecer as graphic novels que lhe recomendaria, mas, digamos, não sairia da zona de conforto que por aí agora é moda.

 

Optei por algo diferente. Como estava a arrumar a minha colecção resolvi listar as graphic novels (que não são muitas), excluir as que o critério do meu amigo impunha, e oferecer-lhe a lista. Em tempo de internet, em que é fácil encontrar dezenas de listas das melhores grapich novels, esta pareceu-me a opção mais honesta.

 

(por ordem alfabética de autores)

 

1. Brubaker e Phillips
- a série Criminal

 

A lista começa com uma provocação, pois a série Criminal de Brubaker dificilmente pode ser considerada uma graphic novel. É, sim, uma colecção de comics poiciais e negros, muito boa, que, lida de uma assentada, dá a ideia de uma graphic novel. A série ainda está a decorrer pelo que recomendo os TPB que coligem os comics (ou mesmo os HC que coligem os TPB)

 

2. Guido Crepax

- Emmanuelle, Bianca and Venus in Furs
- Justine and Histoire d'O (não tenho)

 

Tenho um grande apreço pelo género erótico (não confundir com pornográfico como Noé ou Taylor, que, dentro do seu género, são bons), especialmente quando grandes desenhadores revisitam os clássicos. É o caso de Crepax com Emmanuelle, Bianca e Venus in Furs (a edição é da Taschen). Há também um outro volume que nunca cheguei a comprar (mas está na minha whislist da Amazon há alguns anos...) que contém Justine e Histoire d'O. As histórias são conhecidas e estas Graphic Novels valem pelo belo traço de Crepax (e para se perceber bem a distinção com artistas como Manara, por exemplo)

 

3. Dick, Philip K. (Adaptação da novela)
- A scanner darkly

 

Gosto desta Graphic Novel, embora creia que a devesse ter excluído por referência ao critério do meu amigo. Mas como gosto tanto da novela original, do filme (de Richard Linklater) não podia deixar de mencioná-la aqui. E também porque suspeito que, num dia bom, o João gostará de a ler.

 

4. Doxiadis e Papadimitrou, Papadatos e Di Donna
- Logicomix

 

Uma das minhas graphic novels preferidas, a demonstrar que embora a designação sirva sobretudo ao mundo anglo-saxónico, nada impede outros autores de aparecerem. Trata-se de uma biografia de Bertrand Russell que é também uma história pela Filosofia. Magnífico.

 

5. Hernandez

Palomar (não tenho)

 

Esta é a segunda (e última) entrada que não tenho. Folheei este livro há uns 2 anos não sei onde e quando cheguei a casa coloquei-o na wishlist da Amazon (tudo lá vai parar). Ainda não o comprei. Mas lá chegarei. Tudo se passa no México, na aldeia de Palomar. O resto é ler.


6. Miller e Verley
300

 

Duvido que o meu amigo goste desta. Embora histórica é muito fantasiada. Mas é um clássico e não podemos passar sem eles.

 

7. Moore e Lloyd
V for Vendetta

 

Uma grande graphic novel e que hoje serve também para mostrar como se podem fazer adaptações cinematográficas igualmente boas, mesmo quando nos afastamos do original. Um grande hino à democracia.

 

8. Ottaviani e Myric
Feynman

 

Fascinado como sou por Feynman nem queria acreditar quando ouvi dizer que ia sair uma graphic novel sobre a sua vida. Tão boa como o biografado.

 

9. Thompson 

Habibi

 

A razão pela qual só indico Habibi e não acrescento também Blankets é simples: o João indicou-me o Blankets como exemplo do tipo de graphic novels de que gosta, por isso fica automaticamente excluída. Mas dá-me a oportunidade de escrever um pouco de outra das minhas graphic novels preferidas, Habibi. É difícil descrevê-la para além da sinopse multiracial e multireligiosa. Só lendo. Está no top5 das minhas graphic novels.

 

10. Wagner e Locke
- A History of Violence

 

Um dos casos em que, apesar de já saber da existência da graphic novel, o filme me levou a ir lê-la. Juntamente com V for Vendetta, é outro bom exemplo da inspiração que as graphic novels podem oferecer aos bons argumentistas e realizadores. Uma história magnífica sobre vidas novas, gestão de raiva e outras angústias intemporais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Domingos Farinho às 15:17


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Trabalhos publicados

- A Suspensão de Eficácia dos Actos Administrativos em Acção Popular


(in Revista da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, Vol. XLII - N.º 2, 2001, Coimbra Editora);


- Em Terra de Ninguém - Da interrupção e suspensão de obras em terrenos expropriados - Ac. do STA de 24.10.2001, P.º 41624


(in Cadernos de Justiça Administrativa, n.º 49, Janeiro/Fevereiro, 2005, CEJUR - Centros de Estudos Jurídicos do Minho);


- As Regras do Recrutamento Parlamentar Partidário em Portugal


(in Revista da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, Vol. XLVI - N.º 1, 2005, Coimbra Editora);


- Intimidade da Vida Privada e Media no Ciberespaço, Coimbra, Almedina, 2006


- Para além do Bem e do Mal: as Fundações Público-Privadas


(in Estudos em Homenagem ao Professor Marcello Caetano, no Centenário do seu nascimento, Vol. I,Coimbra Editora, 2006);


- Todos têm direito à liberdade de imprensa? - a propósito do caso Apple v. Doe no Tribunal de Apelo do Estado da Califórnia


(in Jurisprudência Constitucional, n.º 12, Outubro-Dezembro, 2006, Coimbra Editora);


- O Direito Fundamental de Fundação - Portugal entre a Alemanha e a Espanha


(in Estudos em Homenagem ao Prof. Doutor Sérvulo Correia, Vol. I, Coimbra Editora, 2010);


- Alguns problemas de governo fundacional de uma perspectiva normativa-orgânica


(in O Governo das Organizações - A vocação universal do corporate governance, Coimbra, Almedina, 2011);


- As fundações como entidades adjudicantes


(in Revista dos Contratos Públicos, n.º 4, 2012);


- Brevíssimo balanço do regime jurídico das pessoas colectiva de utilidade pública: uma perspectiva fundacional


(in Estudos de Homenagem ao Prof. Doutor Jorge Miranda, Volume IV - Direito Administrativo e Justiça Administrativa, Coimbra, Coimbra Editora, 2012);


- Empresa e fundações: uma união mais forte?


(in Revista de Direito das Sociedades, Ano IV (2012), n.º 1, Coimbra, Almedina)


- Governo das Universidades Públicas (brevíssimo ensaio introdutório jurídico-normativo)


(in O Governo da Administração Pública, Coimbra, Almedina, 2013);


Breve comentário ao âmbito de aplicação do Código do Procedimento Administrativo, na versão resultante da proposta de revisão


(in Direito&Política / Law&Politics, n.º 4, Julho-Outubro, 2013, Loures, Diário de Bordo)


A propósito do recente Decreto-Lei n.º 138/2013, de 9 de Outubro: a escolha dos parceiros do Estado para prestações do Estado Social - em particular o caso das IPSS na área da saúde


(in e-pública - Revista Electrónica de Direito Público, n.º 1, Janeiro 2014);


O alargamento da jurisdição dos tribunais arbitrais

(in Gomes, Carla Amado; Neves, Ana Fernanda; e Serrão, Tiago, O anteprojecto da revisão do Código de Processo nos Tribunais Administrativos e do Estatuto dos Tribunais Administrativos e Fiscais em debate, Lisboa, AAFDL, 2014, p. 421 a 429)


- Fundações e Interesse Público , Coimbra, Almedina, 2014


O âmbito de aplicação do novo Código do Procedimento Administrativo: regressar a Ítaca

(in Gomes, Carla Amado; Neves, Ana Fernanda; e Serrão, Tiago, Comentários ao Novo Código do Procedimento Administrativo, Lisboa, AAFDL, 2015, p. 121 a 150)


Seleção de administradores designados pelo Estado em fundações privadas com participação pública

(in Vários, A designação de administradores, Lisboa, Almedina, 2015, p. 345 a 365)


Interesse público e poder judicial

in Repolês, Maria Fernanda Salcedo e, Dias, Mariz Tereza Fonseca (org.), O Direito entre a Esfera Pública e a Autonomia Privada, Volume 2, Belo Horizonte, Editora Fórum, 2015;


As vantagens da arbitragem no contexto dos meios de resolução de conflitos administrativos

in Gomes, Carla Amado / Farinho, Domingos Soares/ Pedro, Ricardo (coord.) Arbitragem e Direito Público, Lisboa, AAFDL Editora, 2015, p. 485 a 502


A sociedade comercial como empresa social - breve ensaio prospetivo a partir do direito positivo português

in Revista de Direito das Sociedades, Ano VII (2015), n.º 2, Coimbra, Almedina, p. 247-270;


Global (normative) public interest and legitimacy: A comment on Gabriel Bibeau-Picard

in e-publica Revista Eletrónica de Direito Público, n.º 6, dezembro 2015


(Un)Safe Harbour: Comentário à decisão do TJUE C-362/14 e suas consequências legais

in Forum de Proteção de Dados, n.º 02, Janeiro 2016, p. 108-124


Empresa Social, Investimento Social e Responsabilidade pelo Impacto

in Impulso Positivo, n.º 31, janeiro/fevereiro 2016, pp. 42-43


A arbitragem e a mediação nos títulos de impacto social: antecipar o futuro

in Arbitragem Administrativa, n.º 2, 2016, CAAD


Regras especiais de contratação pública: os serviços sociais e outros serviços específicos

in Maria João Estorninho e Ana Gouveia Martins (coord.), Atas da Conferência - A Revisão do Código dos Contratos Públicos, Lisboa, Instituto de Ciências Jurídico-Políticas da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, pp. 81-98.


O tratamento de dados pessoais na prossecução do interessse público e o Regulamento Geral de Proteção de Dados: uma primeira abordagem

in Martins, Ana Gouveia et al. (ed.), “IX Encontro de Professores de Direito Público”, Lisboa, Universidade Católica Editora, 2017, pp. 67-76


As políticas públicas de resolução alternativa de litígios: da alternatividade rumo à seleção apropriada

in Rodrigues, Maria de Lurdes et al. (ed.), “40 anos de políticas de justiça em Portugal”, Coimbra, Almedina, 2017, pp. 331-368




subscrever feeds


Agradecimento

O fotograma que serve de fundo a este blog foi retirado do filme "Rouge", de Krzysztof Kieslowski, de 1994.


Ao Pedro Neves, da equipa dos Blogs Sapo, um agradecimento especial pela sua disponibilidade e ajuda.